Cuidados com a pele pós-tratamentos estéticos

Cuidados com a pele pós-tratamentos estéticos

Para que os tratamentos de beleza funcionem é preciso cuidar bem da pele depois de realizá-los. Siga as dicas da expert!

Você abre espaço no orçamento, se enche de coragem e decide encarar aquele procedimento estético para resolver algo que estava incomodando há tempos: ruguinhas ao redor da boca, pele sem viço, com marcas e cravinhos.

Mas aí surge mais um receio: quais são os cuidados necessários depois de realizar os tratamentos estéticos – sejam eles limpeza de pele, peeling e preenchedores (os campeões nas clínicas de estética)?

Normalmente, depois de peelings, é aconselhado uso de filtro solar, cremes que hidratam e não agridem a pele. Após preenchedores, evite sol em caso de hematomas e faça massagens quando recomendado pelo médico. Após limpezas de pele, de início nenhum cuidado extra é necessário. Lembrando que o protetor solar deve ser usado sempre, sempre, sempre.

“É frequente que os cuidados que vêm depois gerem dúvidas e, muitas vezes, é determinante para a escolha do procedimento. As pacientes têm medo de ficar com a pele muito ferida ou com descamação intensa, levando a manchas a longo prazo. Caso o procedimento não seja adequadamente realizado, existe mesmo esse risco ou até de cicatrizes”, fala a dermatologista Thais Pepe. Para que o procedimento traga os resultados desejados, os cuidados que você deve ter depois de realizá-lo são muito importantes.

Com muito carinho

Cada tratamento tem seu pós específico, mas na maioria dos casos, proteção solar e hidratação com produtos que auxiliam na recuperação da pele e que não tenham ácidos na formulação são suficientes”, diz a dermato. Vamos à rotina de cuidados: primeiro lave o rosto com sabonete neutro, depois aplique o creme indicado pelo médico e, em seguida, o protetor solar. Reaplique durante o dia.

“Na maioria dos casos, maquiagem pode ser usada normalmente”, diz. Exposição solar e produtos com ácido ou esfoliantes que podem agredir a pele devem ser evitados até que a pele não esteja mais sensível, o que demora, geralmente, de cinco a sete dias (no caso de procedimentos que geram maior agressão cutânea, como lasers e peelings).

Fonte:

Beleza na Web